Manutenção de equipamentos radiológicos: como fazer?

Investir na manutenção de equipamentos radiológicos é essencial para o centro de imagem. Afinal, o bom funcionamento das máquinas é o que garante maior precisão diagnóstica.

No entanto, é preciso tomar cuidado com os altos custos dessa demanda. 

A boa notícia é que existe uma excelente opção para rentabilizar seus investimentos: a telerradiologia!

Quer entender melhor como funciona?  Continue lendo e confira!

Manutenção de equipamentos radiológicos

É sempre recomendado que você faça a manutenção dos equipamentos radiológicos com o fabricante, já que eles conseguem repor as peças necessárias em tempo hábil, além de ter acesso às atualizações e documentação do aparelho.

O ideal é que as reparações sejam feitas por um representante exclusivo da marca ou um revendedor autorizado com qualificação para o concerto.

Mas, há um ponto principal que precisa ser bem avaliado: o tipo de contrato firmado com o fornecedor. 

O tipo de contrato é o que vai garantir a segurança e o bom funcionamento das máquinas pelo maior tempo possível. Existem quatro modalidades básicas na hora de contratar a manutenção. Veja a seguir!

1. Não tem contrato de manutenção

Antes de tudo, é importante ressaltar que essa opção é a mais custosa, ou seja, a qual o centro de imagem terá mais despesas. Ela funciona da seguinte forma: você opera a máquina e aciona o conserto em casos de falhas.

2. Contrato de manutenção sem peças

Essa opção inclui o acompanhamento com engenheiros e técnicos para manutenção preventiva dos equipamentos. No entanto, caso haja necessidade de troca de peças, o valor de reposição é cobrado à parte. 

Nestes casos, após a avaliação, o profissional enviará o orçamento adicional para que o financeiro avalie os recursos e o serviço de ajuste de peças seja feito.

3. Contrato de manutenção com peças intermediário

Outra opção é o contrato de manutenção com peças intermediário. O modelo inclui a manutenção preventiva e corretiva.

O fator mais importante é que nesta modalidade certas peças não fazem parte do contrato, como: tubos de raios x e algumas bobinas de ressonância magnética. O ideal é consultar o que está ou não incluso no plano.

4. Contrato de manutenção com peças full

Como o próprio nome já sugere, a manutenção e todas as peças já estão inclusas nesta modalidade. É a opção mais completa.

Manutenção preventiva ou corretiva: qual é a mais recomendada?

As manutenções de equipamentos radiológicos garante a usabilidade dos aparelhos em boas condições e por bastante tempo.

Nos centros de imagem, as duas modalidades são bem-vindas. Saiba mais sobre elas!

Manutenção preventiva

Em síntese, ela serve para anteceder o surgimento de falhas no aparelho. Para isso, é fundamental estabelecer um cronograma com as manutenções preventivas que precisam ser feitas.

Nesse processo, o serviço de engenharia do hospital deve avaliar as peças, a produtividade e o desempenho das máquinas, garantindo que tudo esteja funcionando com segurança.

Manutenção corretiva

Já na etapa de manutenção corretiva, é feito o conserto de equipamentos que apresentaram falhas, seja por uso inadequado ou sobrecarga. Aqui, a restauração ou adequação é realizada para que o aparelho volte a funcionar normalmente.

No entanto, é normal que em algum momento o aparelho precise ser substituído, porém, essas ações podem ter grande sucesso no prolongamento do tempo de uso dos maquinários.

Como a Teleimagem pode ajudar?

Uma ótima opção para rentabilizar investimentos e otimizar processos dentro do centro de imagem é buscar pelos serviços de telerradiologia.

A instalação de novos equipamentos, a necessidade de monitoramento e manutenção como falamos acima, acarretam custos.

Através de um sistema de serviços online, além dos laudos a distância com maior precisão e qualidade de imagem, você dispõe de exames feitos com os equipamentos mais modernos do mercado, de médicos radiologistas subespecialistas em todas as áreas da medicina e colaboradores disponíveis 24 horas, 7 dias por semana.

É possível também, aumentar a demanda de laudos oferecidos com maior assertividade e segurança. Segundo uma pesquisa publicada pela Sociedade Radiológica da América do Norte, cerca de 55% das instituições dos EUA que implementaram a telerradiologia aumentam cerca de 30% a capacidade de realizar exames.

Ficou interessado nos serviços de telerradiologia e quer conhecer mais as vantagens desse modelo? Conte conosco! A Teleimagem oferece há mais de 15 anos os melhores, mais avançados e assertivos serviços de laudo a distância.

Nossa equipe é formada por diversos profissionais especialistas que atuam com excelência nas áreas de radiologia e telerradiologia, trabalhando com exames de urgência, rotina, especialidades e subespecialidades como neurorradiologia, musculoesquelético, cardiologia, medicina interna e ressonância da mama.

Qualidade, confiança e precisão são as marcas do nosso trabalho. 

Entre em contato pelo fixo ou WhatsApp: (011) 4063-6150 ou solicite contato através do nosso formulário do site clicando aqui.

Assuntos que podem te interessar