Tabela Tuss: entenda a importância para clínicas de imagem

Em algum momento, a Tabela TUSS foi assunto na reunião. Quem trabalha no setor de saúde conhece o termo na prática. Se você quer conhecer a definição, a aplicação e explicar na próxima conversa o que é a Tabela TUSS, está fazendo a leitura certa.

A Tabela TUSS é uma das partes essenciais do planejamento estratégico da clínica de imagem. Ainda assim, pode ser que alguns colegas tenham dúvidas sobre a Tabela e apenas lembranças remotas do que ela regulariza, ou mesmo do que significa a sigla. Pensando neles, desenvolvemos este artigo. Confira!

O que é a Tabela Tuss?

O termo TUSS é uma sigla para Terminologia Unificada da Saúde Suplementar. O objetivo por trás da Tabela TUSS é padronizar os códigos e nomenclaturas dos procedimentos médicos.

É obrigatória para a troca de informações entre prestadores e operadoras de saúde. A base da Tabela TUSS é o Padrão TISS (Troca de Informação em Saúde Suplementar), padrão de comunicação estabelecido entre prestadores e operadoras de saúde. 

Para conseguir padronizar códigos e nomenclaturas dos procedimentos médicos, a Tabela TUSS também se baseia sempre na última edição da Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM).

Qual a sua importância?

Antes do padrão TISS, os guias médicos eram personalizados de acordo com cada operadora. Após o novo padrão da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), foi possível uma unificação das guias, ou seja, passaram a ser idênticas para todas as operadoras e prestadores de serviços de saúde.

A Tabela TUSS estabelece mais um padrão que facilita essa comunicação. O índice de erros e falhas tende a ser menor e a gestão das informações ganha mais celeridade. 

Ao passo que o volume de dados processados é maior todos os dias, a padronização vem para simplificar os procedimentos.

Vantagens de utilizar

Aumento na produtividade

O alinhamento no preenchimento dos campos e o uso de apenas um padrão para nomenclaturas e códigos, diminui erros. Com isso, o retrabalho para encontrar e corrigir falhas também diminui.

Quando estamos tratando de milhares de informações sendo processadas ao mesmo tempo, é preciso ter método. Nesse caso, quanto maior a padronização, melhor e mais eficiente será a identificação dos dados.

Redução de custos

Com um processamento de informações mais organizado e menos travado, o tempo de execução também fica menor. A consequência: mais eficiência no processo e menos gastos para instituição. O tempo que sobra pode ser revertido em tarefas mais relevantes.

Melhoria na comunicação

A padronização dos termos garante harmonia na comunicação. Quando todos estão seguindo a mesma linha, é possível reduzir a entropia, ou seja, os ruídos e falhas na comunicação. 

Quando a Tabela TUSS é usada no preenchimento das guias, a operadora entende perfeitamente as informações do procedimento realizado. Dúvidas ou confusões capazes de atrasar o processo são eliminadas.

Simplificação de processos

Diminuir dúvidas, certamente, vai tornar cada etapa do processo mais simples. Nesse contexto, sem margem para o erro, os convênios fazem liberações de forma mais rápida. A comunicação com a ANS também flui melhor e com questionamentos. 

O resultado é um mecanismo menos burocrático que traz benefício a todas partes: do órgão que regulamenta e fiscaliza, aos profissionais que atuam em saúde e até aos pacientes.

Como encontrar ou elaborar a Tabela Tuss?

A Tabela TUSS está disponível no site da ANS. Lá, prestadores e operadoras de serviços de saúde podem consultar e elaborar sua tabela de procedimentos. Uma Tabela TUSS completa tem elementos essenciais. São eles:

  • Procedimentos médicos;
  • Códigos presentes na ANS;
  • Cobertura do plano de saúde.

Quando surge um novo procedimento médico, é a Associação Médica Brasileira (AMB) quem determina e fiscaliza as terminologias. A ANS, por sua vez, disponibiliza os códigos no site para que as instituições de saúde possam consultá-los e montar suas tabelas. 

Cabe destacar: a Tabela TUSS não é um catálogo dos valores cobrados em cada procedimento. Trata-se, na verdade, do conjunto de procedimentos, suas respectivas nomenclaturas e códigos oficiais.

Gostou do nosso conteúdo sobre a Tabela Tuss? Então continue acessando nosso blog e acompanhe dicas mais sobre gestão, além de conferir notícias sobre tecnologia e telerradiologia. 

A Teleimagem oferece há mais de 15 anos os melhores, mais avançados e assertivos serviços de laudo a distância.

Qualidade, confiança e precisão são as marcas do nosso trabalho. 

Entre em contato pelo fixo ou WhatsApp: (011) 4063-6150 ou solicite contato através do nosso formulário do site clicando aqui. Até a próxima leitura!

Assuntos que podem te interessar